As travessuras dos cãezinhos podem levar muitas preocupações aos seus tutores, mas nada é pior do que o bichinho de estimação não conseguir encontrar o caminho de volta para casa após mais uma de suas peripécias. A boa notícia é que com o crescimento das redes sociais, no entanto, as buscam por animais desaparecidos ganhou uma enorme facilidade.

Projeto cruza informações para localizar cães e tutores

Movidos por um sentimento de solidariedade, pessoas, ONGs e empresas estão iniciando ferramentas de busca por animais perdidos através de sites ou redes sociais, como Facebook. Este é o sistema utilizado pelo projeto “Procura-se Cachorro”, que se descreve como um ponto de encontro de animais perdidos ou encontrados. O sistema funciona através de mapas e localização do Google, cruzando informações dos cachorros perdidos e achados através da otimização de buscas.

Porém, nada disso seria possível se não houvesse a boa vontade das pessoas em ajudar, que tiram fotografias e anotam o endereço dos cãezinhos perdido, ajudando os tutores a localizá-los. Apesar do nome, o projeto também ajuda a encontrar gatinhos sumidos e incentiva a adoção de animais.

Outras iniciativas também ajudam busca por animais perdidos

Muitas pessoas que também se solidarizaram com os bichinhos perdidos começaram a criar páginas no Facebook para publicar informações específicas de cada cidade, ajudando a localizar os donos dos animais de suas regiões. Com um grande alcance de público, a marca Pedigree foi outra que entrou na corrente e publica constantemente fotos dos animais perdidos, ajudando a ligação entre tutores e cães, além de manter publicações com bichinhos prontos para serem adotados e ganharem um novo lar.

Agora, quando um cãozinho perdido for encontrado por aí, a dica é espalhar a notícia e ajudar o animal a voltar pra casa.